OS FILHOS:- os pais

SÃO JOSEOS FILHOS; – os pais.

É fato e sem nenhuma beleza os relatos estridentes.
Se não bastasse estar sempre a nos espreitar a violência,
a criminalidade, os descasos dos nossos dirigentes,
e os malditos traficantes impunes como os ratos…
É incontestável o que foi dito no livro Sagrado.
Os filhos se voltarão contra os pais! Foi o recado.
Sem paciência, sem discrepância, evoluiu o mundo.
E com ele, aos trancos e barrancos lá se foi a família,
o respeito à paternidade, o amor e a irmandade.
Há algum tempo que tudo de maneira drástica,
vem mudando no mundo.
Alguns filhos hoje, humilham, desacatam, menosprezam,
àqueles que lhes deram a vida, amor, carinho e a mão.
Para hoje pelo menos serem o que são. Não pensam!
O que lhes dirão os seus filhos amanhã?
Será que seguirão a escrita?
Se assim for lhes dirão com afã, tudo que a palavra
não dita, não mudaram o curso da história.
Ô pai! Você tristonho, calado, encostado no seu canto!
Porque seus filhos te acham, xucro, tosco, louco,
ignorante, fora do tempo, atrasado e burro.
Mesmo sendo tudo isso, na concepção deles,
você fez deles pessoas do bem e para o bem.
Porque a tristeza? Como o seu pai, você fez o seu momento.
Nem por isso você foi o melhor e mais inteligente,
tomara Deus que todas essas certezas, que esses jovens
têm na mente não sejam suas novas crenças, que eles
evoluam e não passem para seus filhos essas falças demagogias.
Para que todos os nossos netos um dia no mundo,
sintam o ar da graça de construir verdadeiramente
o que chamamos de FAMÍLLIA.
Snitram
Editora de texto
Rosali Gazolla