FALANDO DE HOMENAGEM A DONA RUTHI CORREIA LEITE CARDOSO

Homenagem.
Com todo o respeito aos familiares e amigos
dessa exemplar cidadã brasileira.
Com as bênçãos de nosso Deus.

Com certeza descansa em paz
Nem se importava em ser a primeira.
O que importava era tomar à dianteira.
E simplesmente indo em frente
Mostrou- nos sem a fronte altaneira
O que é capaz…
A mulher brasileira.
Snitram

Dona Ruth Correia Leite Cardoso. Nossa querida e inesquecível antropóloga e professora universitária brasileira que nasceu em Araraquara no dia 19 de setembro de 1930 e faleceu em São Paulo no dia, 24 de junho de 2008.
Dona Ruth era casada com o Ex Presidente Fernando Henrique Cardoso. Como primeira-dama do País durante os mandatos de seu marido, entre 1995 e 2003 descartava tal título honrosamente.
Dentro de uma perspectiva emancipatória, no ano 2000 ela criou organização não- governamental Comunitas na qual atuou até sua morte.
Dona Ruth Cardoso, enquanto primeira-dama do Brasil criou e presidiu o programa Comunidade Solidária de combate à exclusão social e à pobreza. E publicou vários livros.
E trabalhos sobre a imigração em especial a dos Japoneses em nosso país. Teve uma atuação apaziguadora nos movimentos sociais sempre se dirigiu a juventude de maneira simples e com sabedoria. Sempre atribuiu aos meios de comunicação o livre direito de lhe argüir. Sempre esteve junto ao trabalho comunitário.
Dando exemplos a massa de cidadania e trabalho. Entre suas obras podemos citar:
O papel das associações juvenis na aculturação dos japoneses (1959)
Estrutura familiar e mobilidade social (1972)
A aventura antropológica: teoria e pesquisa (1986)
A trajetória dos movimentos sociais (1994)
Bibliografia sobre a juventude (com Helena Sampaio) (1995)
Mudança Sociocultural e Participação Política nos Anos 80
Ela também escreveu um livro infantil Um passeio diferente.
Sobre a vida de Dona Ruth Cardoso foi lançada em 2010 uma biografia escrita por Ignácio de Loyola Brandão intitulada Ruth Cardoso – Fragmentos de uma Vida. Obrigado Dona Ruthi.
Snitram
Editora de texto
Rosali Gazolla