FALANDO CALMA GENTE

Dinheiro de menos e trabalho demais colocam brasileiras entre as mais estressadas do mundo

A falta de dinheiro e os problemas no trabalho são os dois
principais causadores de estresse entre as mulheres do Rio.
Pesquisa realizada pelo jornal popular carioca O Dia, e
divulgada neste domingo, mostra as razões que colocam
as brasileiras entre as mais estressadas do mundo,
segundo estudo divulgado na véspera. O levantamento
realizado em 21 países situa o país na quarta posição no
ranking das mulheres mais estressadas.
De acordo com o trabalho, duas em cada três cidadãs do
Brasil admitem estar sob tensão na maior parte do tempo.
Segundo a enquete, 34,5% das mulheres ouvidas pelo
jornal se estressam com a falta de dinheiro e 21,7% com
problemas no trabalho.
O terceiro lugar ficou com os maridos, namorados,
amantes e outros tipos de relacionamentos. Os homens
são capazes de estressar 13,6% daquelas que responderam
à pesquisa, realizada pela internet. De acordo com a
publicação, eles superaram as sogras, que ficaram na
sétima posição, com apenas 2,9%, atrás da TPM (13%),
tarefas do lar (8,5%) e filhos (3,4%). A pesquisa, conduzida
pela consultoria Nielsen, também apontou a dupla jornada
de trabalho como uma das causas do estresse feminino.
– A pressão sobre a mulher hoje é maior do que há 30 anos.
Ela tem que trabalhar cuidar da casa, filho e marido –
Disse aos jornalistas a psicóloga Monica Portella.
Ano XI – Número 4215 CORREIO DO BRASIL